segunda-feira, 29 de outubro de 2007

Acidente na sala

Hoje o João caiu no chão da sala e deitou sangue. Nós estávamos a fazer os trabalhos. Ele ficou com a boca inchada e desencaixou os dentes de leite. Doeu-lhe muito e ele chorou.
O João teve de ir na ambulância com o pai e com os senhores, que eram bombeiros. Antes de ir na ambulância meteu gelo no nariz e no lábio.
O Daniel e o Diogo ficaram muito tristes e até choraram com pena do João.

Aprendemos que não devemos andar sempre levantados porque pode acontecer-nos a mesma coisa que aconteceu ao João. Não podemos andar sempre desalvorados nem a correr.

Desejamos que o João fique melhor rapidamente.

Texto colectivo
1.ºA

Desenho (paint) de Francisco, Daniel e Inês B.

8 comentários:

Anónimo disse...

Que grande susto que apanharam com este acidente do João!!
Esperamos que não se repita, e para isso é preciso que os Golfinhos se lembrem de quando é para sentar, quando é para levantar... e lembrar a história da lebre e da tartaruga: devagar se vai ao longe.
Queremos que o João fique bom (e bem) depressa !!
Beijinhos para todos da Clarinha (e da mãe)

JOÃO disse...

Obrigado por se preocuparem comigo!
JOÃO

aida disse...

Espero que o João recupere rapidamente e que todos os golfinhos aprendam algo com o acidente do João: não correr na sala de aula.
Beijinhos para todos e um muito especial para o João
Mãe da Isabel e da Matilde

Anónimo disse...

Olá João,
quero que fiques bom muito depressa para brincarmos juntos e para vires à minha festa de anos!
Um abraço do FRANCISCO

mãe e pai o Henrique disse...

Que grande susto!

João, esperamos que melhores rapidamente.

Golfinhos não se esqueçam que na sala devemos permanecer sentados e quando nos levantamos não devemos correr.

Beijinhos da mãe e do pai do Henrique para todos.

Helena disse...

Um beijinho para o João, porque magoar a boca dói muito.Também nós o ano passado tivemos um acidente escolar. Mas logo a Ana Rita voltou para a escola feliz.

Anónimo disse...

As melhoras João, eu estou sempre a dizer ao Luís que voçês têm que se acalmar, pensar primeiro e fazer depois, para que possam evitar esses acidentes tão dolorosos, espero que rápidamente este episódio não passe de uma má recordação.
Um beijinho bem grande para ti.

Maria João

Afonso disse...

Esperamos que o João já esteja completamente bom!

Um abraço do Afonso, do mano e dos pais