terça-feira, 7 de outubro de 2008

Rap do Caracol

Alguém conhece o "Rap do caracol?"
Ora escutem (liguem o som e parem a golfinhos fm):

video

video

Será que Eugénio de Andrade alguma vez imaginou que este poema se transformasse em rap?

Caracol, caracol,
Onde vais com tanto sol?
Vou à loja do senhor Adão
comprar um girassol;
com tanto sol
ninguém aguenta o verão.
Adeus, adeus, caracol,
tens razão
sem guarda-sol
ninguém aguenta este sol.
(Eugénio de Andrade)

1 comentário:

Anónimo disse...

Olá rapaziada!!

Isso é que foi um rap mesmo á maneira. Saídinhos da casca hein!?

Nós adorámos, foram excelentes.

Beijinhos aquáticos para todos os golfinhos e mais um para o Luisito.

Maria João