segunda-feira, 16 de março de 2009

Se eu vivesse no fundo do mar 1

Depois de trabalhada a história "A menina do mar", surge a vontade de escrever.
Desta vez, os golfinhos foram convidados a imaginar que viviam no mar.
Com a imaginação a fervilhar, as palavras na folha foram surgindo. Depois, foi ajustar a ortografia e a estrutura dos textos, passá-los no Magalhães e ilustrar.
Bonito!!!!!

O tritão e os três amigos


Se eu vivesse no fundo do mar teria um jardim de corais.
Teria dois guarda-costas tubarões, teria um cavalo-marinho mensageiro, teria três amigos (Duarte, o camarão, Henrique, a lula, e Tomás A, o eremita) e teria a Marisa como bailarina.
A minha casa seria uma anémona.
Eu seria um tritão.

Tomás F.



A sereia e o cavalo-marinho


Se eu vivesse no fundo do mar lá haveria algas.
Eu seria uma sereia e os meus amigos seriam o cavalos–marinhos.
Eu viveria com o meu amigo, que me faria o jantar.
No fundo no mar haveria pedras, estrelas e mais coisas.
O meu amigo nunca me poria de castigo porque eu nunca me portaria mal e quanto ele me mandasse ir lavar os dentes e ir para a cama eu iria sempre.
Quando fosse de dia eu iria sempre brincar, porque o meu amigo me deixaria sempre ir brincar com os meus amigos.
E também me iria levar à escola.

Beatriz


O golfinho Mickey e os seus amigos

Olá, eu sou o golfinho Mickey e jogo futebol aquático.
Vivo no Rio Sado e tenho 24 amiguinhos que são: o Bolhinhas, o Pipoca, o Guelras, o Grandalhão e o Kiko.
Durmo numa cama feita de algas e durmo muito bem.
Vivo sozinho, porque a minha família desapareceu no mar.
Quando me divirto vou para a discoteca com o meu amigo Kiko, mais o Bolhinhas e bebemos sumóis de algas, dançamos e falamos.


Francisco


O golfinho roqueiro

Olá, eu sou um golfinho e sou roqueiro. Dou grandes concertos.
Eu durmo numa cama feita de algas e tenho ostras ao fundo da cama. Durmo perfeitamente. A minha casa é muito grande. Tem casa-de-banho, cozinha, quarto, uma sala de cinema, que serve para treinar os meus concertos, onde tenho um ecrã gigante com playstation.
Tenho 20 guardas e na banda o polvo toca bateria, o tubarão viola, a baleia fica no coro e o sapo canta comigo.
Os meus amigos mais próximos são: o tubarão, a baleia e o polvo.

Eu namoro com uma sereia muito bonita.
Às vezes, o polvo descuidas ao som do Rock. Eles vêm dormir à minha casa e a dormir só se descuidam e também ressonam.
O meu almoço é hambúrguer com algas fritas.
Hoje vou à casa das sereias. Elas são demais e são muito bonitas.


Luís D.

3 comentários:

Hugo disse...

Que melhor maneira de aprender a escrever senão a escrevendo?! Parabéns aos golfinhos e à vossa mestra por nos brindarem com textos desta qualidade. Salta à vista o gosto que têm pela escrita.

Mãe do João disse...

Fiquei maravilhada com os vossos textos, parabéns a todos!
Vocês são fantásticos!
Beijinho apertado

Anónimo disse...

Fantástica a imaginação destes golfinhos.
Vai ser preciso um equipamento sonoro muito á prova de água para o golfinho roqueiro e umas molas para o nariz, para quando os amigos o vierem visitar.
Todos os textos estão o máximo, parabéns.

Beijocas para todos os golfinhos e mais algumas para o meu golfinho roqueiro.

Maria João